sábado, 18 de março de 2017

Vantagens e desvantagens ao viajar a trabalho

Neste mês e no anterior tenho viajado muito a trabalho, inclusive tenho mais uma viagem a fazer neste mês. Nas empresas anteriores que trabalhei nunca tinha viajado a trabalho, e quando era submetido a alguma entrevista de emprego não aceitava serviços que poderia viajar para outras cidades. No órgão (onde trabalho), o qual é federal é no país todo, e o cargo que ocupo exige que algumas viagens poderão ser feitas. A pouca experiência que tiro com essas poucas viagens é que há algumas vantagens e desvantagens.


Vantagens ao viajar a trabalho

    • Conheço cidades que não conhecia: Nessas viagens que tenho feito foram para cidades que não conhecia, cidades beira-mar. O legal é que dá para curtir uma praia depois do expediente. Claro, se não for muito puxado.
    • Conhecer novas pessoas: Podemos conhecer pessoas de outros estados e vê como são suas culturas locais e até ter um contado por um longo tempo.
    • Acumular milhas aéreas: Nesse caso pode ser bom caso queira usar essas milhas para um passeio nas férias ou vendê-las para outras pessoas.
    • Sobrar uma grana da viagem: Não sei como funciona os outros órgãos do governo ou de empresas privadas, mas no que trabalho a diária é paga em dinheiro, apenas a passagem aérea que é comprada pelo setor responsável, mas nesses caso para sobrar algum dinheiro é preciso dividir quartos com colegas, pois a diária não é muito.

    Desvantagens ao viajar a trabalho

    • Gastar mais do que recebe de diária: As pessoas do órgão/empresa local quer mostrar para a gente o que há de melhor na sua cidade e se não ficar esperto poderá ter um rombo no bolso.
    • Arcar com as despesas com seu dinheiro: O certo é viajar com o dinheiro da diária em mãos, mas até hoje eu recebi apenas uma diária antecipada é que é o certo. Nos outros caso tive que arcar tudo com meu dinheiro. E isso acaba atrapalhando as finanças. Claro que se você não tiver como pagar, poderá recusar a viajar, até hoje eu não recusei, mas já avisei se continuar assim eu só viajarei com dinheiro da diária em mãos.
    • Diária de hotel cara: Eu nunca viajei só, mas tenho colegas que já, nesse caso dependendo da cidade a diária nem consegue cobrir os gastos.
    • Dividir quartos com colegas: Eu não me importo muito em dividir quarto com pessoas, mas se o colega for chato é melhor ficar só mesmo.
    • Mudar os seus projetos: Caso você tem outros projetos na sua cidade onde mora, se essas viagens forem frequentes poderão atrapalhar os seus projetos.
    Essas vantagens e desvantagens estão mais voltadas para o tipo de órgão que trabalho, mas acredito que muitas delas encaixaram para outras empresas também.

    E você costuma viajar muito a trabalho? Conte aí nos comentários as vantagens e as devantagens.

    Abraços,
    Cowboy Investidor
    Leia Mais ››

    domingo, 12 de março de 2017

    Proventos Recebidos - Março de 2017

    A partir de hoje vou postar mensalmente meus proventos recebidos. Quero ver como será a evolução desses proventos ao longo da minha jornada rumo à independência financeira.
    Como estou começando agora, os meus proventos são bem pequenos, mas a intenção é que eles aumentam ao longo do tempo. Neste post os proventos do ano passado não serão desmembrados.

    Proventos ano 2016

    Proventos recebidos: R$ 87,06

    Proventos ano 2017

    Proventos de Janeiro: R$ 2,73
    Proventos de Fevereiro: R$ 231,81
    Proventos de Março: R$ 153,30
    Proventos Total ano 2017: R$ 387,84

    Proventos Total ano 2016 e 2017: R$ 474,90

    Progresso dos proventos anuais em gráfico




    Como podem observar, meus proventos tiveram um grande aumento do ano passado para cá, isso é devido ao aumento do meu patrimônio.

    Atenciosamente,
    Cowboy Investidor
    Leia Mais ››

    segunda-feira, 6 de março de 2017

    E se eu não tivesse mudado para cidade?

    As vezes fico pensando como seria a minha vida se não tivesse saído da roça. Será que eu estaria melhor financeiramente? Como seria o meu conhecimento sobre investimentos? Será que estaria casado com um monte de filhos?
    A seguir segue as respostas dessas perguntas baseadas na vida que eu levava.


    Será que eu estaria melhor financeiramente?

    Será que estaria cheio de grana?
    Hoje tenho 31 anos e saí de casa aos 18 anos. Então, tem 13 anos que me mudei. Na época eu tinha por volta de 3k e umas 12 cabeças de gado. Fazendo umas contas de padeiro, teria por volta de 7k, ou seja, 3k + 4k = 7k. Estou colocando as vacas no preço da época. Coloquei baixo devido ter bezerros. Talvez seria até mais. Estou sendo conservador no valor. 

    Eu tive um emprego de 3 meses antes de entrar na faculdade. Tive um ganho por volta de R$ 900,00. Na cidade que eu morei para fazer a faculdade fiquei por lá 5 anos. Nesse intervalo gastei tudo que eu tinha para me manter. Não trabalhei devido ao curso ser diurno e também por não encontrar empregos. Nessa época contava as moedas para sobreviver. Claro que meu dinheiro não foi o suficiente para me manter. Quando acabou meu pai me deu uma ajuda.

    Depois de formado eu me mudei para a capital e lá comecei a trabalhar, mas com um salário que só dava para me manter e não sobrava nada para investir. Fiquei nessa por muitos anos. Até apelar para concursos públicos.  Só nessa história já tinha passado 9 anos contando com a faculdade. Na época que estava trabalhando consegui juntar um dinheiro, mas foi bem pouco. Acabei torrando com meus estudos para concursos públicos, pois parei de trabalhar por volta de 8 meses para estudar.

    Em termos financeiramente nesses 9 anos estava muito pior. Comecei a ganhar dinheiro de verdade só depois que passei no concurso, mas cometi alguns erros, e não consegui juntar muito dinheiro. Hoje tem um patrimônio por volta de 70k. Isso depois de 13 anos, o que é muito deprimente. Mas já superei isso.

    A conclusão que posso tirar comparação ao meu pensamento quando eu tinha 18 anos é que estaria bem melhor financeiramente, pois eu era um cara muito batalhador e não era gastador como a maioria. Hoje acredito que estaria com um bom patrimônio. Acredito que teria muito gado e alguns alqueires de terra. Hoje o que me deixa mais confortável é ter um salário razoável e que meus aportes estão constantes e dei uma endireitada na minha vida.

    Como seria o meu conhecimento sobre investimentos?


    Para ser sincero acredito acho que não teria muito conhecimento, mas acredito que saberia de algumas coisas. Talvez não investiria no que hoje invisto, pois meus investimentos iriam ser voltado para a terra, como: plantar, criar gado.

    Será que estaria casado com um monte de filhos?

    Será que estaria nessa situação?
    Casado eu não sei se estaria, mas provavelmente teria casado. Filhos talvez teria ou não. Essa é uma resposta que não sei nem responder direito. Apesar de ter casado uma vez, hoje vejo que o casamento é uma instituição falida. As pessoas não se respeitam mais. Está muito bagunçado. 

    Pois é pessoal, essas são perguntas que as vezes eu fico me perguntado. Mas é "se", e é uma coisa que não tem uma resposta concreta. A vida está cheia de erros e acertos e o que podemos é aprender com os nossos erros e tentar corrigi-los. 

    Abraços,
    Cowboy Investidor
    Leia Mais ››

    segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

    Atualização do Patrimônio Financeiro - Fevereiro de 2017: R$ 68.744,01

    Olá Senhores (as),

    Abaixo segue o fechamento de fevereiro. Foi um mês de aporte alto em comparação ao normal devido ao recebimento de férias e adiantamento de uma parte do 13º. A partir de março os aportes voltarão ao normal.

    Saldo Anterior: R$ 53.758,61
    Aporte Anterior: R$ 14.121,61

    Patrimônio liquido: R$ 68.744,01
    Aporte em Ações: R$ 7.992,00
    Aportes em FII: R$ 3.949,00
    Aporte Total: R$ 11.941,00


    A tabela como falei no fechamento anterior foi reajustada devido estar difícil para preencher. Então, eu peguei os dados de 2016 e juntei tudo em janeiro de 2017.

    Este ano está começando muito bom para mim, pois meus aportes estão acima do esperado e pelo meus planos os 100k estão logo ali e eu irei atingir antes do planejado. Em junho espero receber uma mixaria do FGTS e aumentar o meu patrimônio. 

    Abraços,
    Cowboy Investidor
    Leia Mais ››

    segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

    As maiores besteira que ouvimos sobre ações

    Este post é baseado no livro "O Jeito Peter Lynch de Investir". Fiz um resumo de algumas coisas que ouvimos sobre ações.


    A seguir são listadas algumas bobagem que as pessoas falam sobre ações.

    Se o preço já caiu esse tanto, ele não poderá cair mais

    Essa frase é muita falada, Quem investe ou não já ouviu falar da OGX, pois é. Eu lembro que as ações dessa empresa estavam nas alturas, mas com a quebradeira as ações começaram a despencar, ficaram valendo centavos.  Muita gente perdeu muito dinheiro, e a frase dita não é verdade, é apenas uma bobagem.

    Você sempre pode dizer quando uma ação atingiu o mínimo

    Muitas pessoas fica tentando descobrir o preço mais baixo de uma ação. Ninguém é capaz de prever o preço mínimo de uma ação.

    Se ela já subiu tanto, como pode subir mais?

    Você deve verificar os fundamentos da empresa, se a empresa continua boa e os lucros continuam contantes. Não há o porquê de vender uma ação se a empresa é boa.

    É apenas uma ação de R$ 1,00, o que posso perder?

    Uma ação comprada a um R$1,00 ou a R$50,00, caso ela chegue a zero você perderá do mesmo jeito. Se você investiu R$5.000,00 o preço vai ser igual para ambas, o que muda é quantidade de ações que sua carteira vai ter. Não pense que uma ação que vale R$1,00 está barata só pelo preço, você tem que analisar a empresa.

    Elas sempre se recuperam 

    Muitas pessoas ficam afirmando que tal empresa ficou ruim e que ela ira recuperar e isso é um erro. Algumas empresas até que voltam a ser boas, mas a maioria pedem falência ou são compradas por outras por valores baixíssimos. A melhor coisa a fazer é sair da empresa e aceitar a perda do dinheiro.

    Quando ela se recuperar para R$ 10,00, eu venderei

    Essa é uma frase que muitos falam e isso pode levar  anos para essa empresa voltar a esse valor que você estipulou ou pode cair mais ainda e nunca chegar a esse valor de R$ 10,00 que você estipulou. Enquanto isso você está tolerando um investimento que não gosta e que está aguentando isso só por que você impôs esse valor que quer receber por ela.


    Veja todo o dinheiro que perdi por ter deixado de comprar

    Muitas pessoas estariam ricas atualmente se tivesse comprado ações há alguns anos quando estaria valendo centavos por ações e hoje estão com preços de R$50,00 ou mais. Quanto mais ações descobrimos, mais percebemos que "perdemos", e logo vamos nos culpar por perdas de milhões. 
    A pior parte de pensar nessa frase é dela induzir as pessoas tentar comprar ações que não deveriam, apenas para não evitar "perdas", o que acaba geralmente resultando em perdas reais.


    Perdi aquela ação, mas comprarei na próxima

    O problema é que a próxima raramente vai acontecer. Se você perdeu uma grande empresa que a ação continuou subindo, e então comprou uma empresa cuja ação caiu, você aumentou o seu erro. Na verdade, você identificou um erro que não lhe custou nada, pois você não perdeu nada ao deixar de comprar ações da empresa que subiu, mas o transformou em um erro que custou caro ao comprar uma empresa ruim cuja ações caíram. Na maioria das vezes é melhor comprar ações de boas empresas a encontrar uma pechincha. 

    Abraços,
    Cowboy Investidor
    Leia Mais ››